Continuando com o Top Seller Event, o vice-presidente de desenvolvimento de negócios da RCI América Latina, Juan Ignacio Rodriguez, foi o entrevistador em um  talk show em que o fundador da CVC e da Rede GJP Guilherme Paulus.

 

O Top Seller Event é realizado pela RCI Brasil e acontece nos dias 22 e 23 de novembro, no Mabu Grand Thermas Resort, em Foz do Iguaçu/PR.

 

Juan Ignacio – Vou começar com trabalho de equipe, com duas frases sua.  ‘’Sou presidente do conselho, mas equipe e fundamental’’. Outra ‘’A CVC continua com uma equipe maravilhosa’’.

Guilherme Paulus –Uma andorinha não faz verão. Você não faz um time se não tiver pessoas. Tive um privilégio muito grande na minha vida de ter boas equipes.

 

Juan  – Continuidade na história da CVC- o que pensa da continuidade no trabalho?

Guilherme – E mais importante que legado. É estar presente sempre dando orientação a equipe, na alegria e tristeza. Tenho funcionários que têm 20 anos de empresa.  Nunca descarte as pessoas, para haver continuidade.

 

Juan – Você falou de um tema muito importante –  planejamento –  tem que pensar para o futuro.  Uma das coisas que pode compartilhar conosco, imagine o calendário de viagens da CVC 25 anos atrás e agora.

Guilherme – Temos que olhar para o futuro, planejar no presente e o passado é um aprendizado. A importância de trocar ideias com pessoas e aprender também. A venda mudou muito. A técnica de venda, antigamente se vendia enciclopédia de casa em casa. Antigamente tinha lista telefônica, e tinha gente que vendia publicidade na lista telefônica. Sempre tem alguém desenhando o futuro. Mas nós vivemos o presente, temos que pagar nossas contas.

 

Juan – Por que é devoto de São Judas Tadeu?

Guilherme –  Fui batizado na Igreja de São Judas Tadeu. Quando estou em uma cidade que há uma igreja de São Judas Tadeu eu vou. Mas temos que respeitar todas as crenças e religiões.

 

Juan – Qual a importância dos detalhes e exclusividade?

Guilherme – Aquele detalhe do bom dia e boa tarde – quando se está presente consegue dar atenção para as pessoas. As pessoas se isolam muito no mundo. Dar um sorriso sempre é bom

 

Perguntas do público –  A gente falou sobre a venda – sou vendedora que adoro vender, mas agora trabalho em um setor que é pós-vendas, como você trabalha com a fidelização dos clientes, reclamações e encantar clientes?

Guilherme – Às vezes o cliente reclama que prometeu isso, e aquilo, pós-vendas anota e pede prazo para resolver e  nós pedimos para o vendedor que fez a venda entrar em contato com o cliente. Pós-vendas é o check in da venda. Às vezes o cliente compra aquilo com entusiasmo e nem sabe o que comprou. Assinou o contrato mas nem sabe sobre o que. Pós-vendas é importante para explicar detalhes do produto