Alguns dos principais empresários do Brasil e exterior participam do Industry Showcase & Tabletop Networking, organizado pelo SINDEPAT


O SINDEPAT (Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas) iniciou o primeiro evento de parques temáticos no país, o Industry Showcase & Tabletop Networking, que ocorre entre os dias 06 e 07 de agosto, no Wet ‘n Wild, em São Paulo/SP, quase 300 inscritos, 21 empresas participantes, representando 10 países.Com o objetivo de fortalecer o setor e criar novas oportunidades de negócios no Brasil e Mercosul, o evento conta com a participação de autoridades nacionais e os principais players e fornecedores do setor de parques e turismo do Brasil e exterior.

‘’Esse evento é uma consolidação do trabalho do SINDEPAT, que faz 15 anos, e vai se consolidar com nossas negociações com as autoridades do Ministério do Turismo, Secretaria de Comércio e Mercosul, para que possamos ter o fim dos impostos para importação de atrações para parques’’, afirmou o presidente do SINDEPAT, Alain Baldacci, durante a abertura do evento.

Ele lembrou que na época do regime militar era proibido a importação de atrações e brinquedos para parques temáticos. ‘’Nossa atividade era considerado um setor supérfluo. O setor de parques não era compreendido pelas autoridades’’.

Após algum tempo isso mudou e em 2003 houve o surgimento do Ministério do Turismo e a fundação do SINDEPAT. ‘’Que teve o objetivo principal mostrar para as pessoas e autoridades o que nós desenvolvemos e o que geramos em receita e empregos, em toda a cadeia do turismo. Isso foi se desenvolveu de uma maneira muito produtiva’’, falou o presidente do SINDEPAT.

De acordo com Alain Baldacci, o objetivo dos empresários de outros países que participam do evento não é comercializar. ‘’Esses empresários que aqui vieram acreditam no mercado brasileiro, mas ainda não conseguem vender, por conta de nossa legislação e altas tarifas, que consideram as atrações como bens de consumo.’’

 

Presidente do SINDEPAT, Alain Baldacci, e ministro do turismo, Vinícius Lummertz

Alíquota 0% para importação

O Secretário de Comercio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Douglas Finardi Ferreira, elogiou o trabalho do SINDEPAT, que obteve conquistas importantes para o setor de parques temáticos. Ele lembrou que o MDIC, junto ao Ministério do Turismo e SINDEPAT, lutou pela alíquota de 0% para importação de equipamentos de parques temáticos. ‘’Esse mecanismo viabiliza mais desenvolvimento para o setor’’.

Porém, o Secretário afirmou que apenas esse mecanismo ainda não é o ideal, sendo necessário fortalecer mais essa conquista. ‘’É preciso desenvolver uma política para viabilizar isso’’, afirmou. ‘’Um desenvolvimento para que fique de uma maneira perene, a redução da tarifa de 0% para importação de equipamentos. E um trabalho que necessita do apoio de outros países’’.