Feira para hotelaria que aconteceu na semana passada mostrou que o mercado de timeshare e multipropriedade ainda é pouco conhecido no segmento do Turismo


A Revista Turismo Compartilhado visitou o Equipotel, principal feira de equipamentos e serviços para hotelaria, organizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, que aconteceu nos dias 18 a 21 de setembro, no São Paulo Expo, em São Paulo/SP, com mais de 200 marcas expositoras e mais de 30 mil visitantes, com o objetivo de conhecer o evento e apresentar o mercado de propriedade compartilhada para os expositores, já que a maioria dos que conversamos não tinham muito ou nada de conhecimento sobre o segmento de multipropriedade e timeshare.

O setor de propriedade compartilhada é muito divulgado pelos números de vendas, VGV’s, quebra de recordes, mas há outros aspectos envolvidos em toda a cadeia do negócio, como: tendências, construção civil, tecnologia, equipamentos e serviços, ou seja, exatamente o que o Equipotel oferece aos visitantes – equipamentos que melhoram os desempenhos profissionais e a experiência do cliente. Ter uma visão estratégica de buscar novas parcerias e entender que propriedade compartilhada faz parte do setor de Turismo é de vital importância para o futuro do mercado.

Assim, no Equipotel pode-se encontrar expositores com atrações infantis e para parques aquáticos, equipamentos para spa’s, setor de arquitetura; móveis; uma área para produtos de lavanderia, como máquinas de lavar e secadoras de roupas que permitem colocar muitas peças de roupas ao mesmo tempo, de forma rápida e gastando menos água e energia, e ainda, o que foi um grande sucesso entre os visitantes, as empresas apresentaram máquinas que passam e dobram roupas de cama e toalhas.

Outra área que já está muito avançada e facilita o trabalho dos profissionais é o setor de cozinha, com fogões industriais super modernos e tecnológicos, fritadeiras, geladeiras, congeladores, máquinas de fazer suco de laranja e até equipamentos de descascar legumes e frutas

A parte de tecnologia do setor de propriedade compartilhada conta com grandes empresas para vendas, back office e até gestão das cotas dos multiproprietários, porém, se a ideia dos empreendimentos já em operação é levar cada vez mais visitantes é extremamente necessário encontrar sistemas para hotelaria cada vez mais avançados tecnologicamente, tanto para um check in e check out mais velozes, mais agilidade nos pagamentos e, principalmente, que estejam conectados com as OTA’s (Online Travel Agencies), para vendas das diárias na internet.

Se o empreendimento ou resort pretende oferecer uma exclusividade para os visitantes, o setor de alimentos, bebidas, amenities e marketing olfativo foram os locais para se conhecer, pois poderia se encontrar distribuidores de vinhos, cervejas artesanais, cafés premiados, queijos especiais e muito mais.

Missão cumprida! Conversamos com vários expositores sobre o crescimento do mercado e novas oportunidades de negócios. A divulgação do segmento de propriedade compartilhada para todo o segmento do Turismo não se resume ao comércio de equipamentos, mas tornando-se mais conhecido, mais pessoas se interessarão em trabalhar nessa indústria, como também para gerar novos negócios, parecerias e inovações.