Diretor da Live Better Brasil explica as vantagens para um projeto de multipropriedade em um hotel já em operação


Com o empreendimento já em operação, o Angra Beach Hotel, ingressa no mercado de multipropriedade planejando um VGV de R$ 60 milhões com as vendas dos atuais 29 apartamentos. A operação comercial inicia no mês de novembro, em parceria com a consultoria Live Better Brasil.

Para a primeira fase desse novo projeto, os empreendedores do hotel, Magnon Freitas e Thiago Freitas planejam ampliar a área de lazer do empreendimento, o Angra Beach Inn, com piscinas, academia, restaurantes, sauna e espaço kids

Localizado em um bairro residencial de Angra dos Reis, o diferencial do empreendimento é o Angra Beach Inn, uma praia paradisíaca exclusiva para clientes, localizada a 4 km do hotel.

O advogado responsável pela incorporação e estruturação jurídica do empreendimento, William Bastos, explica que não há diferenças na formatação de um empreendimento comercializado já em operação e outro ainda na planta.

‘’Os instrumentos de comercialização básicos serão os mesmos. O cliente celebrará o contrato de promessa de compra e venda de percentual de unidade imobiliária. Após a quitação se tornará multiproprietário equivalente a sua unidade de tempo de uso’’, explana o advogado.

 ‘’Velocidade de vendas maior que vacation club’’, diz Sidney Machado, diretor comercial da Live Better Brasil

Sidney Machado

Quais vantagens para o empreendedor, com um hotel já em operação, investir em multipropriedade, em vez de desenvolver um vacation club?

Ambas situações são extremamente vantajosas, porém, a priori, o conceito de multipropriedade é mais atrativo para o empreendedor, pois gera um faturamento três vezes maior que a venda imobiliária e com uma velocidade inicial maior que o vacation club.

Em quanto tempo após adquirir a fração do Angra Beach o cliente poderá utilizar o empreendimento?

A expectativa é que em torno de oito meses possa ser utilizado, pois a primeira fase do projeto já estará concluída por se tratar de uma obra de menor porte. Dessa forma, planejamos vendas com entradas maiores e parcelamentos em períodos mais curtos, visando minimizar os cancelamentos.

Comercialização terá novidades

Crédito: Valter Arruda

Por conta do turismo em Angra dos Reis ser diferenciado, com visitantes em sua maioria de perfil A, a Live Better planeja inovações na comercialização.

‘’Estamos investindo em materiais gráficos, promoções, vídeos 3D e outros itens que compõem uma apresentação diferenciada’’, conta Sidney Machado, que revela que o material será desenvolvido pelo designer Valter Arruda.

A captação de clientes fugirá da abordagem agressiva e entrega de brindes tradicionais. Para isso, o projeto contará com apoios e parcerias com contact centers, concierges, guias de turismo e náuticos, além da equipe ser formada por pessoas que tenham fluência em mais de um idioma e completo domínio sobre a região.

‘’Tudo isso contribui para termos uma venda mais reflexiva do que impactante, claro que não deixando a essência da venda de lado, mas modelando um novo estágio de comercialização’’, reflete Sidney Machado. ‘’Assim, permitindo que muitos paradigmas sejam quebrados, como por exemplo, alguns convidados irem para casa pensar’’, finaliza.