• Por Pablo Andress, COO da WAM Brasil e sócio-diretor da UniWAM

O mercado da venda de alto impacto ou de qualquer outro produto onde o fator “tempo para comercialização” é determinante, está cada vez mais ávido na busca por profissionais de carreira que, além de conduzirem seus pensamentos com maestria para o melhor que existe dentro de si e ao seu redor, levam corporações a atingirem números arrojados, desafiadores e capazes de contaminar equipes inteiras na construção de resultados consistentes.

A figura do vendedor nos últimos dez anos é vista com outros olhos. Olhos de um mercado consumerista que, cada vez mais, entende que “tudo é venda” e que existem estudos, mecanismos e condutas que certificam a importância da compreensão do comportamento do consumidor, e que esta análise é uma essencial bagagem competitiva.

Por este ângulo, conseguimos analisar nossa rotina e simples condutas sociais como: fidelizar o médico mais atencioso, cuidadoso, empático, seguro e estudioso. Ou seja, a satisfação com o atendimento prestado, partindo de observações pontuais de comportamento e contexto, nos fazem retornar a este profissional. Quando não temos atendimento semelhante, obviamente, fazemos comparações e não retornamos.

Exemplos como este, podem ser detalhados para todas as carreiras e formas de entrega de mão de obra. Não importa se você gosta ou não de vendas, na vida será necessário vender o tempo todo.

Se você foi contratado para tirar cópias, será cobrado pela qualidade das cópias que faz, independente da impressora que você apertará o botão. Se você não vende boas cópias, certamente será substituído. Você pode também “modular” como fazem os melhores tiradores de cópia do mundo e, se lutar, ser melhor do que eles.

Se alguém faz, eu posso fazer, caso não tenham feito, posso lutar e realizar. A história da humanidade é marcada por fatos que exaltam o fator “vontade”. O ser humano é o único animal que, por decisão, mesmo tendo acesso aos inúmeros recursos, pode morrer de fome. Seja lá qual for o incentivo, pedir a paz ou lutar contra abusos sociais, o propósito final sempre falará mais alto. Para todas as realizações, sacrifícios são essenciais.

Portanto, o primeiro passo para se obter sucesso, seja em áreas que exigem estratégias de negociação ou qualquer outra, basta querer de verdade! Vontade assegura líderes de encontrar os trilhos sólidos e um caminho consistente para ir além, embutindo valores dentro de si e propósitos pessoais que se encaixam perfeitamente nos preceitos, valores e propósitos da empresa ao qual se permitiu fazer parte.

Não entregue tempo de trabalho em corporações que não acredita. Acredite na empresa e no produto oferecido, una-se aos melhores profissionais e produtos, para que assim, você busque melhores resultados e alternativas reais para o dia a dia, levando-o diretamente ao encontro com seus objetivos.

Estude seu cliente potencial e o conheça como nem ele se permitiu conhecer até hoje. Ouça mais do que você fala e entenda as necessidades do outro, respeitando a melhor decisão para o cliente e não para você, isso é sinônimo de venda bem-sucedida. Os efeitos emocionais negativos da auto cobrança também são perigosos e você deve se proteger. Comece primeiro concorrendo consigo mesmo e rompendo seus próprios recordes. E mais, lembre-se de trabalhar com entusiasmo e ousadia, sendo marcante para qualquer pessoa que estiver contigo a qualquer tempo. Tenha conteúdo para conquistar! Saiba que cada ser humano é um universo em miniatura, se queremos respeito aos nossos universos interiores, precisamos aprender a respeitar os universos dos outros.

O mercado continua e tende ser cada vez mais competitivo. Percebemos que a questão do desemprego está ligada a educação que recebemos desde a infância, no modo necessário que entendemos como ideal para construir uma carreira sólida. A educação precária é demonstrada pela maneira como alguns profissionais se colocam a disposição do mercado.

Hoje existe um alto índice de frustração mercadológica, pois aqueles que iniciam um negócio acabam tendo como métrica algumas facilidades que não existem. E por essas e outras, observamos profissionais sem possuir o mínimo conhecimento da engenharia financeira necessária para se manter em um projeto até o final, sem conhecimento do necessário para se conduzir equipes ou ainda tratar uma venda em sua necessária régua de relacionamento.

Dentro da complexidade do tema que decorro, me atenho, antes de mais nada, a discernir o básico, antes mesmo das técnicas que nada serão se não houver o trato necessário no alicerce que levará qualquer profissional, do nosso ou de outros mercados, a se conduzirem dentro do melhor que podem executar, primeiramente, para si mesmos

São profissionais como estes que hoje fomentam nosso mercado, que desde o início, sabiam que nada viria de graça e, que como em cada bloco calçado em uma construção, há muito suor. Tive a oportunidade de trabalhar e conhecer muitos dos players do nosso mercado atual e sou grato por isso, em cada convivência existiu troca e entrega, não é difícil dizer porque estão por aí até hoje.

Resta-nos manter a firmeza, o profissionalismo, a certeza e a energia necessária para que muitos outros profissionais venham fazer parte e se manter continuamente em nosso mercado, colhendo dele os melhores frutos.

  • Pablo Andress é COO da WAM Brasil e sócio-diretor da UniWAM. Com mais de 15 anos de atuação no segmento de turismo compartilhado, com passagens por algumas das principais empresas do setor, iniciando como captador de clientes até chegar em cargos de liderança e gestão.