Empresa supera a meta e fecha o ano com novas e importantes afiliações


O ano de 2018 foi de mudanças e grandes conquistas para a RCI. Sob nova gestão, a empresa vem apresentando mês a mês índices positivos e, recentemente, superou a meta estabelecida para novas afiliações projetadas no ano, com mais de uma dezena de novos empreendimentos que aderiram ao sistema RCI, durante 2018.

A RCI Brasil fechou 2018 com 238 empreendimentos incorporados ao portfólio da empresa, com afiliações relevantes e expectativas muito positivas. “Estamos muito satisfeitos com o resultado deste ano e superamos nossa meta inicial. Os novos empreendimentos reforçam nossa preocupação e empenho em trazer hotéis e resorts que possam proporcionar experiências fantásticas aos nossos sócios”, explica Fabiana Leite, líder de operações da RCI Brasil.

A indústria da propriedade compartilhada cresce ano após ano. A região Nordeste é uma amostra que reflete bem esse indicador. Cerca de 60% dos novos parceiros estão estabelecidos nesta região.

Por outro lado, há uma série de empreendimentos que estão no terceiro ou quarto projeto – como por exemplo, o Grupo GAV, que entregou o Salinas Park; o Grupo Ferrasa que inaugurou o Hot Beach Resort e o Grupo GR e a Gramado Parks, com o Gramado Termas Resort – um indicador fiel sobre o aumento da demanda no setor e dos resultados positivos que a atividade da indústria compartilhada oferece para as redes hoteleiras e empreendimentos afiliados, como a oportunidade de antecipação de fluxo de caixa, a fidelização do cliente, e, ao longo do tempo, o crescimento dos percentuais de ocupação reduzindo a ociosidade.

“No decorrer deste ano, observamos que grupos consolidados alcançaram resultados de grandes proporções com o modelo de propriedade compartilhada e com isso, investem em novas ações e empreendimentos que continuam gerando receitas expressivas ao grupo”, diz Fabiana.
Outro ponto a ser comemorado pela empresa é a entrada em vigor da lei de multipropriedade, Lei 13.777. Em parceria com o SECOVI-SP, a RCI teve uma participação bastante ativa e pertinente no desenvolvimento do projeto de lei, que traz ainda mais credibilidade para a indústria e fortalece a atividade e o setor.

Os projetos de multipropriedade se multiplicam país afora. É o caso, por exemplo, do Hard Rock Hotel Fortaleza, ainda em construção e com previsão de entrega para 2020, que será operado nesta modalidade.

A RCI é líder mundial em intercâmbio de férias e pioneira no conceito de troca de férias desde 1974. A empresa fecha o ano de 2018 com 238 empreendimentos afiliados ao portfólio RCI somente no Brasil. No mundo, a empresa contabiliza 3,9 milhões de sócios e mais de 4.300 resorts afiliados em 110 países.

“É motivador ver nossa indústria crescer e se fortalecer junto ao segmento. Nosso desafio para 2019 certamente será maior. Mas temos plena certeza de que o próprio crescimento orgânico do mercado e os excelentes resultados apresentados pela indústria, atrelado claro, ao nosso time de executivos permitirão uma abrangência e presença cada vez maior no mercado de propriedade compartilhada e em desenvolvedores turísticos, incorporadoras e construtoras”, finaliza Fabiana.

Please follow and like us: