A Revista Turismo Compartilhado visitou a famosa cidade na serra gaúcha e traz a experiência de se hospedar no Wyndham Gramado Termas Resort & Spa e conhecer algumas atrações, como Snowland, Casa Aveiro by Dolores, Café Colonial Bela Vista e Cervejaria Rasen Bier


Gramado é muito famosa pela arquitetura estilo europeu, sendo conhecida como uma cidade europeia no Brasil, fruto de alguns de seus primeiros habitantes, que eram alemães e italianos. O clima, em comparação ao resto do país, é mais frio, pela cidade estar localizada no Rio Grande do Sul, bem na serra gaúcha, a uma altitude de aproximadamente 830 metros, mais especificamente na Região das Hortênsias, a cerca de 130 km de Porto Alegre. Mas Gramado também é diversão, é família, é romântica, é emoção, é alto padrão de gastronomia e hospedagem.

Gramado conta com atrações variadas para os visitantes, tanto no centro da cidade, na Avenida Borges Medeiros, Avenida das Hortênsias e a tradicional Rua Coberta, onde se encontram alguns restaurantes, lojas, atrações turísticas, nos vários parques temáticos, museus, exposições e eventos em épocas específicas do ano, como Natal Luz e Festival de Cinema de Gramado (em agosto).

A infraestrutura de Gramado, de pouco mais de 30 mil habitantes, também impressiona. Realmente a cidade foi preparada para receber os turistas. Caminhar por Gramado em qualquer época do ano rende muitas fotos espetaculares, seja no verão, ou no período em que florescem as hortênsias, ou no Natal.

Ruas de Gramado também são atrações para os visitantes

A cidade é a mais famosa da serra gaúcha, mas há outros destinos também com características europeias na região, como Canela, a cidade vizinha de Gramado, Nova Petrópolis, Garibaldi, entre outras. Todas contando com alta gastronomia e turismo de experiência com muitas vinícolas.

Nós visitamos Gramado para a inauguração do resort de alto padrão, comercializado no sistema de multipropriedade, e afiliado a intercambiadora de férias RCI, Wyndham Gramado Termas Resort & Spa (WGTR), e aproveitamos para conhecer algumas atrações da cidade.

Maior resort de Gramado e primeiro no país com certificação ambiental LEED

Área comum do Wyndham Gramado Termas Resort & Spa

O Wyndham Gramado Termas Resort & Spa é novíssimo e está pronto para receber os hóspedes. Desenvolvido no sistema de multipropriedade por duas empresas, Gramado Parks e Grupo GR, e administrado pela rede hoteleira internacional Wyndham Hotels & Resorts, o WGTR chega para agregar mais ao turismo de Gramado.

Mas o que torna o WGTR tão especial?

São vários fatores que o tornam único em Gramado. Primeiro, é o maior resort de alto padrão de Gramado, com mais de 300 apartamentos; é o primeiro a ter a gestão de uma rede internacional, a Wyndham Hotels & Resorts, o que é um diferencial, pois o resort deve seguir os padrões de qualidade da marca hoteleira, tanto nas acomodações, áreas comuns, serviços e atendimento; por ser um resort, há muita diversão interna, como cinema, academia, espaço para jogos online, spa, espaço para crianças e recreação infantil, além da área de lazer com as piscinas, que são aquecidas e cobertas (muito útil na maior parte do ano em Gramado); e ainda o WGTR é totalmente adaptado para receber hóspedes portadores de necessidades especiais, com apartamentos próprios e um equipamento para ajudá-las a entrarem nas piscinas.

Entrada do resort

Os apartamentos seguem o padrão de conforto e luxo, com unidades de um ou dois quartos, todos contam com uma sala com um sofá-cama, além de possuir televisões em todos os cômodos.

O WGTR, além de estar localizado em volta de uma belíssima natureza, com a vegetação típica da região, Mata das Araucárias, também é o primeiro resort do Brasil a ter a certificação ambiental LEED, que obriga o resort a seguir uma série de requisitos para diminuir o impacto ambiental das obras e operações.

O resort também fica entre os dois principais parques temáticos de Gramado, o parque de neve Snowland (falaremos dele ainda nesse texto) e o parque de águas termais indoor Gramado Termas Park (ainda em fase de desenvolvimento e construção). Ambos desenvolvidos pela Gramado Parks.

Equipamento para ajudar pessoas com necessidades especiais

Piscina aquecida e coberta

Para facilitar a estadia dos hóspedes no WGTR, para poderem visitar a cidade, a gestão do resort fechou com a empresa que faz o City Tour com o Bus Tour para passar na porta do empreendimento. Assim, os hóspedes poderão ter essa comodidade de visitar as principais atrações turísticas com o ônibus de dois andares, muito semelhante aos ônibus do Reino Unido. Na recepção do WGTR há os horários e valores dos tours.

Bus Tour na porta do resort

Um pouco de neve, já que estava calor

Além de conhecer atrações, descobrimos que Gramado faz calor… Sabíamos que não estaria frio como no inverno, mas não esperávamos um calor semelhante ao Centro-Oeste. Então, vamos começar a falar de nossa experiência com algo mais gelado. Gramado tem tantas atrações que precisaríamos de no mínimo duas semanas na cidade para visitar a todas, mas ficamos apenas quatro dias.

Sem sombra de dúvidas, a principal atração de Gramado atualmente é o parque de neves Snowland. Apesar de ainda novo, foi inaugurado em 2013, não faz sentido visitar a cidade e não passar um dia no parque de neve. Por que? É diferente de tudo no Brasil. Primeiro, é neve. Não precisamos detalhar que em nosso país é raro nevar, além de não termos pista para esportes de inverno.

Castelo de gelo e rampa para descer com boia

A neve é real. É produzida pelo próprio parque, em um mecanismo que recria as condições  climáticas adequadas para nevar. Quando o parque está operando a temperatura registra -5°C e quando o parque fecha, durante a noite, a temperatura abaixa para -15°C para produzir a neve. Dica: apesar do parque disponibilizar calças, jaquetas, luvas e botas para neve, é bom ir com uma calça e casaco ou blusa de manga e até um gorro, já que o clima muito frio agride as orelhas.

A neve do Snowland é um pouco diferente daquela neve fresca que acabou de cair do céu. Assim, é menos fofa, mas ótima para brincadeiras, como Tubing, que são boias gigantes que deslizam na neve no alto da montanha com 90 metros de rampa. As crianças também têm suas boias menores e montanha menor para deslizar na neve também, no Snowplay, com um castelo de neve.

Além das brincadeiras na neve, os visitantes do parque têm a oportunidade de participarem de aulas de esqui e snowboard. Após escolher qual esporte quer praticar, os visitantes colocam os equipamentos, como capacete e botas especificas para a modalidade. Como nunca tínhamos praticado nenhum esporte na neve, nós escolhemos o esqui, pois o instrutor disse ser mais fácil para a primeira vez.

Snowland: – 5ºC

A primeira instrução, ainda fora da montanha de neve, é como colocar os esquis, sobre segurança, depois como frear, como cair, como se levantar, como andar, como usar os bastões. Agora estávamos prontos para descer a montanha!

Não exatamente! A teoria é mais fácil. Nas primeiras tentativas mal consegui ficar de pé. Basicamente, para esquiar na neve deve-se apenas controlar a velocidade freando. Mas no início é difícil encontrar o ponto de equilíbrio. Logo que se inicia a descida o esqui vai devagar e de repente começa a pegar velocidade, a única alternativa é se jogar na neve para parar. Após algumas tentativas, consegui descer lentamente, até me arrisquei no topo da montanha. A impressão é que em uma semana de prática já estaria em nível avançado, talvez até tentando manobras… Mas ter uma aula quando visita o parque vale muito a pena!

Quase um profissional… pronto para esquiar na neve.

Além das brincadeiras e aulas na Montanha de Neve, o Snowland também é um parque tematizado, com o Vilarejo Alpino, em que a decoração remete as vilas nos Alpes suíços, com lojas, lanchonetes, restaurantes, espaço para jogos eletrônicos e atrações infantis, além da aula de patinação no gelo. Como nunca havia patinado em minha vida achei que não deveria tentar o esporte. Mas para quem já sabe patinar é uma oportunidade de praticar a mesma modalidade no gelo.

Alta gastronomia e fim da dieta

Um fato muito importante sobre Gramado – ao visitar a cidade, esqueça a dieta. Se esbalde, se permita experimentar os vários pratos e alimentos, aproveita bastante os vários restaurantes e fábricas de chocolates. Conhecer Gramado é ter uma experiência gastronômica.

Casa Aveiro by Dolores

A maioria dos restaurantes é de gastronomia alemã e italiana, que são as principais nacionalidades responsáveis pelas tradições gramadenses. Porém, no ano passado foi inaugurado o primeiro restaurante de gastronomia portuguesa, o Casa Aveiro by Dolores, que traz uma particularidade que atrai os visitantes, além do ambiente aconchegante, gastronomia de alto padrão e vinhos selecionados – Cristiano Ronaldo!

Sim, ele mesmo, o jogador de futebol, o craque português, eleito cinco vezes o melhor jogador do mundo. O restaurante é da família do craque. A idealizadora do restaurante em Gramado é a irmã de CR7, Kátia Aveiro, e o menu segue as receitas da mãe, Dolores Aveiro. O restaurante é uma sociedade entre a família Aveiro e empresários de Gramado – Gramado Parks e Chocolate Lugano.

Na decoração do estabelecimento, que une o moderno e o rústico, estão os tradicionais azulejos portugueses, fotografias da família e objetos de CR7, como bola e uniformes (da seleção portuguesa e Juventus, da Itália) autografados pelo craque.

Camisa da Juventus autografada por CR7

Em restaurante português o que não pode faltar é bacalhau. E as receitas de Dolores Aveiro são especiais, seguindo a tradição lusitana, como ‘’Bacalhau às Natas’’ e ‘’Bacalhau à Gomes de Sá’’, além de opções de carnes vermelhas. Para sobremesa, há os tradicionais pastéis de nata ou pastéis de Belém.

Mas o carro chefe do Casa Aveiro é o prato preferido do craque Cristiano Ronaldo, o ‘’Bacalhau à Brás’’, que foi rebatizado no restaurante como ‘’Bacalhau CR7’’.

Tradição gramadense

Café Colonial Bela Vista – 80 variedades de alimentos

Seguindo com nosso plano de engordar alguns quilinhos em Gramado, vamos falar de outro restaurante, ou melhor, um café colonial, que é bem tradicional na cidade. Fomos ao Café Colonial Bela Vista, que é o primeiro estabelecimento desse modelo no Brasil, fundado em 1972.

O nome Café Colonial já diz o tipo de refeição no local, como se fosse um café da tarde. E que café!!! 80 variedades de alimentos. Uma mesa farta – Bolos, tortas, polenta, bolinhos fritos, carnes assadas, pães, cucas, doces, etc… Quem consegue experimentar tudo? Eu não consegui.

Após saborear as tradicionais receitas, ainda há as sobremesas, com mais de 15 variedades de tortas e sorvetes. Dica: Não deixem de experimentar o tradicional sagu, que e feito com vinho e canela, com creme de baunilha.

Cervejas – uma atração especial em Gramado

Bar da Rasen Bier

Além de esta na serra gaúcha, e o turista ter a oportunidade de visitar vinícolas, também há fábricas de cervejas em Gramado. Quem é apreciador de cerveja não pode deixar de conhecê-las, pois são ótimas cervejas. Um fato bem interessante é o apoio de bares e restaurantes da cidade para as cervejas locais, a maioria dos estabelecimentos de Gramado apenas comercializa cervejas de fábricas gramadenses e de Canela.

Visitamos a fábrica da Rasen Bier, que conta com 4 tipos de cervejas em seu portfólio – pilsen, weiss, dunkel e amber ale, além de outras 4 cervejas especiais, que são produzidas em datas ou comemorações específicas durante o ano. Dica – ao visitar a fábrica e bar da Rasen Bier ou qualquer outra cervejaria em Gramado, há a opção no cardápio de degustar os diferentes tipos de cervejas, através de uma bandeja que vem com cinco copos (do tamanho copos americanos).

A visita na fábrica também é cultural. O guia explica como é produzida as cervejas Rasen, seguindo a tradição alemã, que cerveja deve ser puro malte e os ingredientes devem ser basicamente água, lúpulo e malte. O guia ressaltou que a variedade de sabores depende da quantidade, tipos e a forma de produção dos lúpulos e malte.

Dica – Há um passeio imperdível para cervejeiros – Bus Bier Tour, que passa por três fábricas da região, além da Rasen, a Gram Bier e a Farol, de Canela. Em cada parada os visitantes degustam cinco tipos de cervejas.  Claro que os participantes voltam alegres, mas quem gosta de cerveja não se importa com isso…

 

Rasen Bier – Variedades de cervejas puro malte

A Rasen também tem um restaurante, Rasen Platz, na Rua Coberta. Na realidade é muito mais que um restaurante, é uma experiência cultural. Um local temático da cultura alemão. Não apenas a culinária, mas decoração, trajes dos funcionários, banda tocando músicas típicas alemãs. No fundo do restaurante os proprietários irão lançar em breve um museu da cerveja, em que contará a história e como é produzia essa nobre bebida.

Para mais informações sobre as atrações:

Wyndham Gramado Thermas Resort – www.wyndhamgramadotermas.com

Snowland – www.snowland.com.br

Casa Aveiro by Dolores – www.casaaveiro.com.br

Café Colonial Bela Vista – www.belavista.tur.br

Rasen Bier – www.rasenbier.com.br

Rasen Platz – www.rasenbier.com.br

  • A Revista Turismo Compartilhado visitou Gramado a convite da Wyndham Hotel & Resorts e Prime Vacation